quinta-feira, 8 de julho de 2010

??? DÚVIDAS ???

Faz dias que quero escrever, mas não sei o que, ou até sei, mas tantas coisas passam pela minha cabeça, que fica difícil escolher o que dizer.

A cabeça vaga e pensa em mil coisas. É por aí que eu vejo que realmente estou querendo mudar. 
Sempre fui gordinha. Não era nem de longe GORDA como estou agora, mas nunca, mas nunquinha mesmo fui magra. 

E agora, dieta séria!!! 

Se eu não conseguir... Vou ser uma gordinha conformada, sempra fui assim mesmo, não vou mudar nada. Vou sobreviver, mas não totalmente feliz. O fracasso vai me perseguir pro resto da vida. 

Se eu conseguir... Será que as esperanças que estão nascendo em mim vão se concretizar? Estou muuuito gorda e já passei dos 35. Será que vou ficar toda pelancuda? Queria fazer uma plástica... Cirurgia pra ficar mais bonita... será que daria certo? Tem gente que morre por isso. Medinho!

Se eu conseguir e engordar de novo... Meu Deus! Não seria a primeira vez. Nem faz tanto tempo, cheguei a 65. Tava na academia. Fiquei um piteuzinho. Mas, minha vidinha continuou a mesma e eu voltei a ser a mesma. 

Daí me pergunto, como resolver todas essas questões? 
Devo dar tempo ao tempo e deixar acontecer? 
Mas, preciso ser ativa. A passividade que me devolveu meu corpão. 
Gente vou dar um nó na cuca.



Mas, apesar de tantos pensamentos e reflexões estou lutando.


Não posso deixar a oportunidade que hoje tenho na minha vida. 
Tenho um emprego ótimo (só num tem dinheiro rsrsrs e faz uma falta...), não posso me queixar. 
Tenho AMIGAS maravilhosas (reais, virtuais e virtuais que são reais), que me dão força e estão comigo na luta. Amiga Lorena que o diga, que me fornece a saladinha de cada dia. 
Minha familia... Carol, mãe, amo vocês!
Minha filha que é meu motor que me impulsiona. Faço o que for preciso por ela. Um amor infinito.
E claro, o principal, Deus. Sem Ele, não vou a lugar algum.






Vou continuar pensando, pois não vai ser como mágica que eu vou me desfazer de todas as minhas dúvidas. Mas vou tentar viver cada momento em seu momento. Dar um passo de cada vez, uma luta de cada vez. E espero chegar a um ponto (nunca a um fim) em que eu possa contemplar minha vitória, ou pelo menos alguma delas, pois sempre vai haver uma busca por algo, senão, o que será da vida...

Um comentário:

Kleidy disse...

OLÁ JULIANA!!!
TBM SOU MÃE DA ALICY, (MAS A MINHA COM Y...RS)
ADOREI SUA VISITINHA, E VIM RETRIBUIR O CARINHO^^
BEIJOS E CONTA COMIGO!!!

BlogBlogs.Com.Br